SANAPSY LAUSANNE

Psicoterapia psicodinâmica

A psicoterapia psicodinâmica é uma abordagem psicoterapêutica que tem como referência a teoria psicanalítica.
O objetivo desta terapia é de ajudar o indivíduo a conhecer melhor e resolver os seus problemas através de um melhor conhecimento do seu mundo interno e da maneira como este influência as suas relações atuais e passadas.
O setting de referência é face a face uma vez por semana. A duração da terapia é muito variável podendo tomar forma de uma terapia breve de crise (4 consultas).
A indicação a esta terapia depende de uma avaliação prévia com o terapeuta, para analisar o pedido, formular uma hipótese e definir um setting se indicado.
Do ponto de vista psicanalítico, a indicação para um tratamento de cura psicanalítica clássico ou para um processo terapêutico baseado na interpretação da transferência, não podem ser enquadrados em indicações/contraindicações, tendo em conta as categorias de diagnósticos médicos.
Freud definiu um método de tratamento, a cura psicanalítica, que deveria resolver a “nevrose de transferência” (classicamente: nevrose obsessiva, histeria de conversão e histeria de angustia).
A evolução da metapsicologia e, dos métodos terapêuticos, levou ao alargamento do campo de indicações para casos limites, tais como o funcionamento psicossomático e o funcionamento pré-psicótico.
O progresso da técnica permite uma abordagem mais dinâmica do funcionamento psíquico, o que permite não se focalizar exclusivamente num diagnostico de perceção do sofrimento e conflito intrapsíquico, da preservação da capacidade onírica e fantasmática, do desejo de profundar o autoconhecimento e gosto pela introspeção, da capacidade de se deixar ajudar, com um certo gosto pelo “jogo relacional” e da representação suficientemente realista das condições práticas do tratamento.
A psicoterapia psicodinâmica é uma forma de terapia psicanalítica aplicada.